Presidente do COI só decide se disputa reeleição após Pequim

sexta-feira, 15 de agosto de 2008 02:14 BRT
 

Por Karolos Grohmann

PEQUIM (Reuters) - Jacques Rogge, o presidente do Comitê Olímpico Internacional, vai disputar mais um mandato, quando se encerrar este seu primeiro, em 2009. A informação foi passada nesta sexta-feira por vários membros do COI.

Rogge, presidente do COI desde 2001 -- portanto, no comando há oito anos --, pode tentar a reeleição para mais quatro, na assembléia geral em Copenhague.

O belga disse que ele tomaria essa decisão depois da Olimpíada de Pequim, dependendo do sucesso do evento.

"Se ele disputar uma nova eleição, não terá adversários", disse o dinamarquês Kaim Holm, membro do COI. "Ele será presidente por mais quatro anos."

Rogge, 66 anos, substituiu Juan Antonio Samaranch, que presidiu o COI por duas décadas, e levou a organização a um período de mudanças, evitando de todas as formas a diplomacia de bastidores levada por seu antecessor. Também advoga atitudes muito mais firmes com relação a doping.

Após os escândalos de corrupção da Olimpíada de Inverno de Salt Lake City, ele conduziu o COI a se mostrar mais transparente e também a incrementar a porcentagem de mulheres no movimento olímpico.

"Espero e confio que ele concorrerá à reeleição", disse Nicole Hoevertsz, membro de Aruba no COI, que votou em Rogge em 2006. "Ele mudou o COI."

SEM CONCORRENTES   Continuação...

 
<p>O presidente do Comit&ecirc; Ol&iacute;mpico Internacional, Jacques Rogge, durante prova de levantamento de peso feminino. O dirigente afirmou que decide sobre eventual reelei&ccedil;&atilde;o somente ap&oacute;s os Jogos de Pequim. Photo by Tim Wimborne</p>