Thiago Pereira fica sem medalha e promete voltar em 2012

sexta-feira, 15 de agosto de 2008 02:50 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Thiago Pereira encerrou sua participação nos Jogos Olímpicos de Pequim sem nenhuma medalha, após o quarto lugar nos 200 metros medley, nesta sexta-feira.

"Não estou muito chateado. Agradeço a todo mundo que sempre me apoiou, e daqui a quatro anos estarei de volta", afirmou ele.

Da piscina, Thiago viu Michael Phelps conquistar sua sexta medalha de ouro, ao registrar o novo recorde mundial de 1min54s23. Mas ao bater com 1min58s14 na sua principal prova, teve que se contentar com o quarto lugar, atrás do húngaro Laszlo Cseh e do norte-americano Ryan Lochte.

"Dei o melhor de mim nesta prova. Saí muito cansado, mal consigo ficar em pé. Valeu o quarto lugar, está bom. Sei que fiz tudo o que era possível", disse Thiago, que acabou vomitando após a prova, segundo a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos.

Classificado para a decisão com o terceiro melhor tempo, Thiago abriu forte a prova e manteve a quarta posição até o estilo costas. No peito, se recuperou e ganhou uma posição, encostando em Lochte, com quem disputou o bronze até os últimos 25 metros.

"Se tivesse que fazer tudo de novo, eu faria igual. Virei no peito junto com o (terceiro colocado Ryan) Lochte, mas no final não deu. Foi uma pena", completou ele, que conquistou seis medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2007.

Thiago soma três finais olímpicas na carreira. Em Atenas-2004, ele ficou na quinta posição dos 200m medley. Em Pequim, já tinha terminado em oitavo nos 400m medley, mas nos 200 metros peito não foi para a final.

O brasileiro afirmou ainda que vai torcer para que Phelps cumpra o seu objetivo de conquistar oito medalhas de ouro. E que não lamenta o fato de ter o norte-americano como adversário.

"É uma honra, porque daqui a 20 ou 30 anos, quando alguém pensar em Pequim, vai pensar no que o Phelps fez e eu vou ter feito parte dessa história", disse.