Após vitória, Vettel será observado de perto por ex-equipe BMW

segunda-feira, 15 de setembro de 2008 15:45 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A BMW-Sauber disse que vai observar atentamente o progresso do piloto alemão Sebastian Vettel, o mais jovem a ganhar uma corrida de Fórmula 1, depois de tê-lo perdido para a Toro Rosso na temporada passada.

"Gostaria de ter todos os vencedores no meu carro", disse o chefe da equipe, Mario Theissen, a repórteres, depois que o alemão de 21 anos ganhou o Grande Prêmio da Itália, em Monza.

"Foi a melhor coisa para Sebastian vir para cá (Toro Rosso) por alguns anos, para desenvolver-se sem muita pressão", acrescentou, do lado de fora do caminhão da Toro Rosso, onde Vettel era cercado por seus companheiros de equipe.

"Acho que ele vai se sair muito bem no futuro", afirmou. "Há um ano, não era possível colocá-lo no nosso carro, ele era muito inexperiente e não se pode arriscar", continuou Theissen, cujos pilotos, hoje, são o polonês Robert Kubica e o alemão Nick Heidfeld.

"Era muito mais importante dar a ele a chance de crescer em uma equipe como essa e ele vai fazer isso por alguns anos, depois vamos ver", acrescentou. "Ele é muito novo, pode fazer muito."

Vettel é primeiro alemão a ganhar um GP desde que Michael Schumacher, sete vezes campeão, aposentou-se em 2006. Ele estreou com a BMW-Sauber no GP dos Estados Unidos, na última temporada.

O jovem, então piloto de testes e reserva da BMW-Sauber, foi chamado para substituir Kubica depois que ele sofreu um acidente grave na corrida anterior, no Canadá.

Vettel terminou sua prova de estréia em oitavo lugar, transformando-se no piloto mais jovem a conseguir um ponto, e assinou contrato com a Toro Rosso depois que a equipe, que usa equipamentos da Ferrari, dispensou o norte-americano Scott Speed.

O melhor resultado de Vettel, antes de domingo, foi o quarto lugar na China, em outubro.