15 de Agosto de 2008 / às 07:15 / 9 anos atrás

Jade arrisca, erra no salto e fica em 10o no individual geral

Por Marcelo Teixeira

PEQUIM (Reuters) - A ginasta Jade Barbosa ousou na parte final da competição individual geral da ginástica artística nesta sexta-feira, buscando uma pontuação elevada para reduzir a diferença para as primeiras na classificação, mas o resultado não foi o desejado.

A melhor ginasta brasileira na Olimpíada foi para o salto, seu último exercício entre as quatro rotações do individual geral -- onde as ginastas precisam realizar ainda solo, barras assimétricas e trave -- com um movimento que ainda não havia realizado em competições, com uma meia volta a mais. Mas ela se desequilibrou na conclusão e ficou com o décimo lugar.

“Eu tentei arriscar. Não tinha mais o que perder, então eu tentei”, afirmou ela logo após o final da competição, no Ginásio Nacional. A norte-americana Nastia Liukin ficou com o ouro com 63.325 pontos, enquanto Jade marcou 59.550.

“Eu não tinha feito (o salto) ainda. Tinha treinado nos outros ginásios, mas não tinha feito em competição”, acrescentou Jade, que durante o aquecimento também havia falhado na conclusão, caindo na descida.

O desempenho da brasileira até o meio da prova, após ter feito barras assimétricas e trave, estava melhor. Ela terminou a segunda das quatro rotações em sétimo, atrás das duas norte-americanas, das duas chinesas, de uma russa e de uma romena.

Quando chegou aos dois exercícios em que é mais forte, o solo e o salto, o desempenho piorou. Ela foi do sétimo para o décimo lugar depois de ter errado no solo -- caiu na conclusão da segunda passada.

E foi para o salto para o tudo ou nada, arriscando um exercício de maior dificuldade para recuperar a pontuação perdida.

“Individual geral realmente é uma disputa bem acirrada. Como vocês podem ver, a (Shawn) Johnson era favorita e a Nastia (Liukin) passou. É realmente complicado lá dentro. Eu tentei fazer o meu melhor”, afirmou a ginasta, que ainda assim melhorou a 12a posição que Daniele Hypólito havia conquistado nesta prova em Atenas-2004.

A norte-americana Nastia Liukin disputou ponto a ponto com Shawn Johnson e com a chinesa Yilin Yang até o final. Shawn, considerada favorita, ficou com a prata e a chinesa com o bronze.

Questionada se pretende tentar novamente o difícil salto na final por aparelhos, no domingo, para a qual está classificada, Jade disse ainda ser cedo pra decidir.

“Salto já é uma competição diferente. Tem mais um treino até lá, vamos ver. Não sei ainda (se repito o salto)”.

A outra ginasta brasileira na competição, Ana Cláudia Silva, ficou em 22o.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below