Scheidt estréia em 10o; mulheres do 470 sobem para 4o

sexta-feira, 15 de agosto de 2008 09:17 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Robert Schedit, que em Pequim tenta se tornar o primeiro brasileiro tricampeão olímpico, começou mal a disputa da classe Star da vela, nesta sexta-feira, ao terminar em 10o lugar na primeira regata dos Jogos Olímpicos. Por enquanto, o Brasil só briga por medalhas na vela na classe 470 feminina.

Em sua estréia olímpica na Star após o bicampeonato na Laser (Atlanta-1996 e Atenas-2004), Scheidt conseguiu se posicionar bem na largada com seu parceiro Bruno Prada, mas uma mudança na direção do vento o fez cair para 13o lugar. Os brasileiros ainda conseguiram se recuperar para chegar em 10o, em mais um dia com pouco vento na raia de Qingdao e muitas regatas adiadas.

A vitória ficou com a embarcação da Suécia, seguida por Alemanha, Portugal, Nova Zelândia e Polônia. Os velejadores poderão descartar o pior resultado, antes da regata da medalha, que encerra a competição com a presença apenas dos 10 primeiros colocados. A segunda prova da Star, prevista para esta sexta, foi transferida para sábado.

Até o momento, o melhor desempenho do Brasil no iatismo, esporte que tradicionalmente conquista medalhas em Jogos Olímpicos, é da dupla Fernanda Oliveira e Isabel Swan, na classe 470. As brasileiras chegaram em 6o e 2o lugar nas duas provas desta sexta e subiram para a 4a posição na classificação geral.

Fernanda e Isabel somam 27 pontos perdidos, ante 36 da dupla israelense que está em 3o lugar. A liderança é da Nova Zelândia, com 20 pontos. As duas últimas provas da classe antes da regata da medalha -- que tem seus pontos dobrados -- acontecem no sábado.

Já o atual campeão mundial da RS:X (windsurf), Ricardo Winicki, o Bimba, teve outro dia ruim e segue mal na classificação. O velejador carioca passou apenas na 25a posição na primeira bóia, e teve que batalhar bastante para chegar em 6o. No geral, ele está em 9o.

Nas classes RS:X feminino, Finn, Laser e 470 masculino o Brasil não deve chegar à regata da medalha.

 
<p>Robert Scheidt e Bruno Prada, do Brasil, durante 1a regata da classe Star nos Jogos de Pequim, nesta sexta-feira. Os brasileiros terminaram em 10o lugar. Photo by Pascal Lauener</p>