Barcelona pede a Touré e Eto'o que não disputem Copa Africana

terça-feira, 16 de outubro de 2007 16:14 BRST
 

MADRI (Reuters) - O Barcelona pediu ao atacante camaronês Samuel Eto'o e ao volante da Costa do Marfim Yaya Touré que não defendam seus países na Copa Africana de Nações, que será realizada em Gana, em janeiro.

"Não sei se irão, e espero que não vão, mas não podemos obrigá-los", afirmou o diretor esportivo do Barça Txiki Begiristains à emissora de rádio RAC1.

"Para Eto'o seria um ano raro: lesão, recuperação e, depois, os deveres internacionais. A Touré eu perguntei antes de contratá-lo."

"Ronaldinho não foi a Copa América (em junho) e foi uma decisão valente. Mas entendo que eles são importantes para suas equipes."

Eto'o, eleito Jogador Africano do Ano em três ocasiões, não disputou nenhuma partida desde o começo de setembro, após ter sido submetido a uma cirurgia para tratar uma lesão.

Touré, que também desfalcou a equipe nos últimos jogos por estar machucado, chegou ao Barcelona em junho contratado junto ao Monaco.

Os brasileiros Ronaldinho Gaúcho e Kaká pediram dispensa da seleção para a disputa da Copa América da Venezuela alegando cansaço.

A Copa Africana de Nações acontece entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro de 2008.