Possível ida de Glock para Toyota levaria Alonso à Renault

sexta-feira, 16 de novembro de 2007 16:55 BRST
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O alemão Timo Glock pode integrar a equipe Toyota de Fórmula 1 na próxima temporada, depois que a BMW Sauber anunciou sexta-feira que ele não está mais nos seus planos. A mudança faria da Renault a única saída possível para o ex-campeão mundial Fernando Alonso em 2008.

"Timo Glock não seguirá pilotando para a equipe BMW Sauber de Fórmula 1 no ano que vem", disse o chefe da escuderia, Mario Theissen.

"Oferecemos a ele o posto de piloto de testes, mas propuseram a ele correr em outra equipe. Desejamos a Timo que vença em sua futura carreira na Fórmula 1", completou.

A Toyota, que encerrou o contrato com Ralf Schumacher, irmão mais novo de Michael, ao fim da última temporada, não fez comentários de forma imediata.

A equipe com sede em Colônia tem contrato com o italiano Jarno Trulli como piloto, e manifestou interesse por Glock.

A BMW tinha um acordo com o campeão da GP2 para empregá-lo como piloto de testes e reserva em 2008, após ele ocupar o cargo nessa temporada, mas dependia de uma sentença do conselho de reconhecimento de contratos da Fórmula 1 após a comunicação de problemas com um documento.

A página da revista Autosport (www.autosport.com) informou que a entidade tinha se pronunciado a favor da Toyota. Se a Toyota confirmar o contrato com Glock, como se espera para a semana que vem, o acerto fechará outra porta ao bicampeão Fernando Alonso.

Alonso rompeu o compromisso com a McLaren após uma temporada e deve decidir onde correrá no ano que vem, ainda que a sua ex-equipe Renault pareça ser a melhor opção.

Com as exceções de McLaren, Renault e Toyota, todas as principais equipes já anunciaram quais serão os seus pilotos.