Liukin, nova rainha da ginástica, será a próxima 'Mary Lou'?

sábado, 16 de agosto de 2008 06:13 BRT
 

Por Pritha Sarkar

PEQUIM (Reuters) - Como a nova rainha da ginástica, após conquistar o título no geral individual desta Olimpíada, a norte-americana Nastia Liukin agora pode se aposentar aos 18 anos, colocar seus pezinhos para cima e só esperar o dinheiro começar a entrar no bolso. Será?

Liukin abriu seu caminho no coração dos norte-americanos ao igualar o feito de suas compatriotas Mary Lou Retton e Carly Patterson, ginastas que levaram o país a garantir a coroa de atleta mais completa do esporte em uma Olimpíada.

Por mais de duas décadas, Retton -- a campeã em 1984 -- foi o parâmetro para as meninas que entravam no esporte com a esperança de um dia vir a ser outra "Mary Lou".

Na sexta-feira, Liukin não apenas garantiu a marca de seus pés na calçada da fama da ginástica, como também proporcionou aos homens de marketing dos Estados Unidos um novo produto dos sonhos.

A performance acrobática de Liukin valeu 63.325 para os juízes e, para ela, possivelmente milhões de dólares em contratos.

"Ficar ali ao lado do pódio e ouvir meu nome sendo chamado como campeã olímpica foi um sonho que se tornou realidade", disse Liukin.

Ao contrário de suas antecessoras, Liukin chegou a Pequim com, no mínimo, oito grandes patrocinadores. Mas depois do ouro, a marca Liukin provavelmente valerá muitos milhões de dólares a mais.

Se quiser dar uma espiadinha no que deverá estar à sua espera, a ginasta de 18 anos já pode olhar muito além de Retton.   Continuação...