CURTAS-Brasil tem 2o boxeador a uma vitória do pódio olímpico

sábado, 16 de agosto de 2008 12:02 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O boxeador brasileiro Paulo Carvalho, do mosca-ligeiro (até 48 quilos), se juntou ao meio-pesado Washington Luís nas quartas-de-final da competição dos Jogos Olímpicos de Pequim e também está a uma vitória de garantir, no mínimo, a medalha de bronze. O brasileiro derrotou Manyo Plange, da Gana, neste sábado, e vai enfrentar o cubano Yampier Hernandez no próximo combate. O boxe olímpico distribui duas medalhas de bronze, para os derrotados nas semifinais.

DE VOLTA

O técnico da seleção masculina de vôlei dos Estados Unidos, Hugh McCutcheon, voltou a comandar a equipe neste sábado, menos de uma semana depois de seu sogro ter sido assassinado em Pequim por um homem que depois cometeu suicídio.

Barbara Bachman, sogra de McCutcheon e que ainda se recupera dos ferimentos sofridos no ataque, deixou Pequim e voltou para os EUA, disse o Comitê Olímpico Norte-Americano,

"Estamos também bastante agradecidos pelo apoio que recebemos das pessoas aqui em Pequim, nos EUA, Nova Zelândia e em todo o mundo", disse McCutcheon no comunicado. A equipe norte-americana estava sendo comandada pelo auxiliar.

EM BUSCA DE UMA MULHER

O atirador ucraniano Oleksandr Petriv afirmou depois de conquistar a medalha de ouro em Pequim que é hora de lidar com o próximo problema -- encontrar uma mulher.

"Comecei a atirar há 20 anos e passei toda a vida atirando", disse ele, de 34 anos, depois de vencer a pistola de tiro rápido de 50 metros.

"Outras pessoas me consideram insano porque atiro muito. Mas não lamento. Dessa vez ajudou. Agora é o momento de começar uma família. Todos os meus amigos perguntam quando vou me casar. Agora que conquistei a medalha de ouro, vou tentar dedicar mais tempo para esse problema", completou o ucraniano.   Continuação...