Spitz: Phelps foi "épico" ao igualar recorde de 7 ouros

sábado, 16 de agosto de 2008 06:28 BRT
 

Por Belinda Goldsmith

PEQUIM (Reuters) - Mark Spitz resumiu em uma palavra a performance de seu compatriota norte-americano Michael Phelps, que igualou seu recorde de sete medalhas de ouro em uma única Olimpíada: "épico".

Phelps, 23 anos, ganhou seu sétimo ouro nos Jogos de Pequim no sábado, quando bateu a mão na frente do sérvio Milorad Cavic por um centésimo de segundo nos 100 metros borboleta.

A vitória o coloca junto com Spitz -- e dá a ele a chance de superar a marca recorde, se somar oito medalhas de ouro em sua última prova, no sábado: o revezamento 4x100m medley. Spitz, 58 anos, disse que sempre soube que alguém conseguiria igualar suas sete medalhas dos Jogos de Munique-1972.

"Eu ficava imaginando o que iria dizer quando esse momento espetacular acontecesse, e a quem eu iria dizer, e, claro, há algum tempo pensava que iria dizer a você (Phelps)", disse Spitz à rede de TV norte-americana NBC.

"A palavra que vem à mente: épico. O que você fez esta noite foi épico. Não duvidei por um instante que você não conseguiria, nessa prova. Você representa inspiração para muito jovens em todo o mundo", acrescentou.

Assim que Phelps conseguiu seu sétimo ouro em Pequim, a mídia mundial saiu correndo à caça de Spitz, para saber sua reação quanto ao recorde igualado 36 anos depois.

Houve rumores de que ele estava em Pequim, ou então que estava em Hong Kong, e depois que estava em sua casa, na Califórnia.

Mas o ex-nadador estava em Detroit, vendo um de seus filhos jogar um torneio de basquete.   Continuação...