Ricardo e Emanuel evitam o pior contra russos e pegam americanos

sábado, 16 de agosto de 2008 13:36 BRT
 

Por Marcelo Teixeira

PEQUIM (Reuters) - O aguardado bicampeonato olímpico no vôlei de praia masculino do Brasil por muito pouco não virou poeira na arena de Chaoyang, neste sábado, quando Ricardo e Emanuel salvaram quatro match points da dupla russa no segundo set para levar o jogo ao tiebreak, e vencer.

Depois de vencerem o primeiro set e desperdiçaram os match points no segundo, os russos ainda conseguiram abrir vantagem de dois pontos no tiebreak, mas de novo desperdiçaram a chance de despachar a dupla favorita do torneio olímpico de Pequim.

No final, os brasileiros campeões em Atenas-2004 marcaram 18-21, 25-23 e 15-12, em 1h03min de jogo.

"Já tive partidas com muita emoção, mas como essa aí eu nunca tinha passado", disse Emanuel após o jogo.

"Eles sacaram muito bem, deixaram a gente em dificuldade, não erraram quase nada. Estou saindo muito feliz mesmo da partida", afirmou.

A dupla brasileira sofreu com o saque mais potente do Circuito Mundial, do russo Igor Kolodinskiy, que escolheu Ricardo como alvo durante praticamente toda a partida.

O jogador baiano esteve instável no jogo no início e teve dificuldade para escapar do bloqueio russo. Bombardeado pelos rivais, acabou responsável por 43 dos 57 ataques da dupla, conseguindo transformar em pontos apenas 22 deles.

Mas o jogador descontou os problemas no ataque com um bloqueio fundamental para a virada, fazendo 11 pontos no jogo com esse fundamento. Dois match points contra foram salvos dessa forma.   Continuação...

 
<p>Os brasileiro Emanuel Rego (esq) e Ricardo Santos comemoram vit&oacute;ria nas oitavas de final do torneio ol&iacute;mpico, dia 16 de agosto. O aguardado bicampeonato ol&iacute;mpico no v&ocirc;lei de praia masculino do Brasil por muito pouco n&atilde;o virou poeira na arena de Chaoyang, neste s&aacute;bado, quando Ricardo e Emanuel salvaram quatro match points da dupla russa e venceram. Photo by Carlos Barria</p>