Comitê Olímpico dos EUA promete equipe limpa em Pequim

quarta-feira, 16 de abril de 2008 20:37 BRT
 

Por Steve Keating

CHICAGO (Reuters) - O Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC) está relutante em prever quantas medalhas os atletas ganharão nos Jogos Olímpicos de Pequim, mas confia que a equipe não terá testes positivos para doping.

"Há testes maiores e registros de que estes Jogos serão mais rigorosos do que nunca", disse o diretor-executivo do USOC, Jim Scherr, em encontro olímpico de três dias que acabou na quarta-feira. "Estamos confiantes de que este time é limpo".

A proposta do USOC para as Olimpíadas limpas acontece depois que uma série de escândalos de doping, incluindo a prisão da campeã de atletismo Marion Jones, tomaram as manchetes nos Estados Unidos.

Dois dos maiores nomes da liga de basebol, Barry Bonds e Roger Clemens, encaram possível punição e cadeia por alegações de que teriam usado drogas que aumentariam o desempenho físico.

O ciclista Floyd Landis espera pelos resultados de sua apelação final contra um teste positivo de doping que tirou seu título da Volta da França, enquanto o ex-campeão olímpico e mundial dos 100 metros Justin Gatlin espera por audiência na Corte Arbitral do Esporte.

A ciclista Tammy Thomas foi recentemente considerada culpada de mentir sob juramento sobre seu uso de esteróides.

O USOC prometeu fazer tudo o que for possível para garantir que o time olímpico terá uma passagem limpa em Pequim.

"Eu acho que muito do que ouvimos hoje é de uma era anterior e acho que entramos em uma nova era", disse Scherr.