December 17, 2007 / 9:41 AM / 10 years ago

Kaká comanda goleada e Milan é campeão mundial de clubes

3 Min, DE LEITURA

<p>O jogador Kak&aacute;, do Milan, beija o trof&eacute;u ap&oacute;s a vit&oacute;ria sobre o clube argentino Boca Juniors no Mundial Interclubes da FIFA 2007, em Yokohama. Kak&aacute; comandou o Milan na goleada por 4 x 2 sobre o Boca Juniors no domingo, garantindo ao time italiano o t&iacute;tulo do Mundial de Clubes. Photo by Issei Kato</p>

Por Alastair Himmer

YOKOHAMA, Japão (Reuters) - Kaká comandou o Milan na goleada por 4 x 2 sobre o Boca Juniors no domingo, garantindo ao time italiano o título do Mundial de Clubes.

Kaká teve uma bela atuação ao marcar o terceiro gol da equipe e armar as jogadas para os dois gols de Filippo Inzaghi, e assim o Milan tornou-se o primeiro time europeu a conquistar o torneio desde que ele passou a ser organizado pela Fifa.

"Esse era o único troféu que eu não tinha", disse Kaká a repórteres. "É mágico finalmente colocar minhas mãos nele. Não consigo descrever a minha felicidade agora. Conquistei tudo agora -- é maravilhoso".

Um belo passo do brasileiro deixou Inzaghi na frente do gol para que ele marcasse o primeiro gol do Milan aos 21 minutos do primeiro tempo.

O Boca empatou no minuto seguinte com uma cabeçada de Rodrigo Palacio, mas Alessandro Nesta colocou o Milan de volta à frente com um gol aos cinco minutos do segundo tempo.

Kaká ampliou a vantagem aos 16 minutos, superando o goleiro do Boca, Mauricio Caranta, após avançar sozinho. Dez minutos depois, ele voltou a servir Inzaghi, que marcou seu segundo gol.

O Milan terminou com 10 jogadores em campo depois que o defensor Kakha Kaladze foi expulso aos 32.

LEMBRANÇAS AMARGAS

O Boca ainda teve algum consolo no final, quando Pablo Ledesma marcou aos 40, mas já era muito tarde para impedir que os italianos garantissem o título de campeões mundiais.

Três minutos depois a equipe argentina também ficou com 10 antes do apito final depois que Ledesma recebeu o vermelho por uma falta dura em Kaká.

A equipe de Milão também vingou-se da derrota em 2003 para o Boca.

Antes, a equipe italiana havia sido campeã em 1969, 1989 e 1990, quando o título era disputado entre apenas o campeão da Europa e o campeão da América do Sul.

"Estou muito orgulhoso da minha equipe, disse o técnico do Milan, Carlo Ancelotti, cujo futuro no clube ainda é incerto, sendo que há especulações de que José Mourinho assumiria seu lugar.

"Foi uma estrada longa e difícil para chegar aqui. Apagar as lembranças amargas de perder para o Boca em 2003 dessa maneira é muito especial. Quero comemorar essa grande vitória".

"O Milan é uma equipe esperta. Eles usam o espaço muito bem e têm o Kaká, que consegue fazer de tudo. O primeiro tempo foi bem igual, mas em uma final os menores erros podem fazer uma diferença enorme", disse o treinador do Boca, Mighel Angel Russo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below