Fifa vai lançar "bola inteligente" no Mundial de Clubes

sexta-feira, 16 de novembro de 2007 14:08 BRST
 

Por Dan Sloan

TÓQUIO (Reuters) - A nova bola equipada com microchip deve minimizar as polêmicas na Copa do Mundo de Clubes da Fifa, no próximo mês, no Japão. Se for aprovada, a "bola inteligente" poderá ser adotada na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

Quando os jogadores das sete equipes que disputarem o torneio de dezembro marcarem gol, um microchip implantando nas bolas vai mandar uma mensagem instantânea para o relógio do árbitro, acabando com as polêmicas sobre se a bola cruzou ou não a linha.

A "bola inteligente" não foi exibida na entrevista coletiva de apresentação do torneio, nesta sexta-feira, mas será apresentada publicamente e aos jogadores antes do início da competição.

"Bastante tempo, energia e dinheiro foram investidos no desenvolvimento", disse Viacheslav Koloskov, membro do comitê-executivo da Fifa e presidente do comitê organizador japonês.

"Se tudo correr bem, claro, a bola será amplamente utilizada na Copa do Mundo de 2010", acrescentou.

Um microchip simples emite um sinal criptografado para quatro sensores que detectam se a bola inteira cruzou ou não a linha do gol em qualquer altura abaixo do travessão.

O Mundial de Clubes de 2007 será disputado por Milan, Boca Juniors, Urawa Red Diamonds (Japão), Pachuca (México), Etoile Sportive du Sahel (Tunísia), Waitakere United (Nova Zelândia) e Sepahan (Irã).