China diz que raia olímpica de vela está livre das algas

quarta-feira, 16 de julho de 2008 13:49 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Uma grande proliferação de algas que ameaçou a raia olímpica de vela dos Jogos de Pequim foi totalmente removida, informou a imprensa estatal nesta quarta-feira.

A cidade de Qingdao, no norte da China, sofreu constrangimentos com a inesperada aparição de algas que deixaram as águas olímpicas verdes e prejudicaram o treinamento de vários atletas antes dos Jogos Olímpicos do mês que vem.

"A prova de vela, que será realizada em mais de 20 dias, não será ameaçada pelas algas", disse Wang Wei, vice-presidente do comitê de Vela de Qingdao, segundo a agência de notícias oficial Xinhua.

Qingdao havia estabelecido um limite até 15 de julho para limpar as algas da raia olímpica, e destacou uma enorme contigente de soldados e barcos para remover as algas da água e das praias. As provas de vela começam no dia 9 de agosto, um dia após a abertura da Olimpíada.

Mais de 1.400 barcos e 10.000 pessoas participaram da operação de limpeza, que recolheu cerca de 1 tonelada de algas, de acordo com a Xinhua.

Duas barreiras foram montadas para impedir que as algas voltem ao local da prova olímpica, e embarcações também vão monitorar a área.

(Reportagem de Ben Blanchard e Ian Ransom)