Argentina confia em liberação de Messi para Jogos Olímpicos

quarta-feira, 16 de julho de 2008 16:47 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - A Argentina está confiante que Lionel Messi poderá disputar os Jogos Olímpicos de Pequim, apesar de o Barcelona já ter demonstrado sua vontade de vetar a ida do atacante.

O técnico da seleção olímpica, Sérgio Batista, disse que as regras da Fifa estão de seu lado e que espera pela apresentação de Messi daqui a uma semana, conforme o planejamento da equipe para os Jogos de Pequim.

"Pelo que tem dito a Fifa, eles têm que deixá-lo ir", disse Batista em entrevista a uma emissora de TV.

"A AFA (Associação Argentina de Futebol) me disse que ele estará lá, então não estou preocupado com isso. E, é claro, ele quer jogar pela Argentina e vestir essa camisa."

A Fifa reiterou na semana passada que os clubes são obrigados a liberar todos os jogadores com menos de 23 anos de idade para os Jogos Olímpicos, que acontecem de 8 a 23 de agosto.

Mas reportagens na Espanha e na Argentina afirmam que o Barcelona ainda pretende manter o jogador durante a Olimpíada, período no qual o clube disputará partidas da Liga dos Campeões.

"O Barcelona tem colocado pressão nele", disse Batista. "Posso compreender o Barcelona, porque ele é um jogador muito importante para ele."

A Argentina, atual campeã olímpica, enfrenta Sérvia, Costa do Marfim e Austrália na primeira fase do torneio olímpico de futebol.

A competição, que é disputada por jogadores sub-23 com três exceções por time, já provocou várias disputas entre clubes e seleções.

O Werder Bremen, da Alemanha, já afirmou que não vai liberar o brasileiro Diego e o sérvio Dusko Tosic.

(Reportagem de Brian Homewood)