17 de Agosto de 2008 / às 15:51 / em 9 anos

CURTAS-Lesão ameaça astro chinês dos 110m com barreiras

PEQUIM (Reuters) - O chinês atual campeão olímpico dos 110 metros com barreiras, Liu Xiang, um dos maiores ídolos do esporte no país-sede da Olimpíada, está com o tendão-de-aquiles inflamado, o que ameaça sua exibição nos Jogos de Pequim.

Liu, principal esperança de ouro do atletismo chinês, começa as eliminatórias da prova na segunda-feira. Ele sentiu a contusão durante treino no sábado, e exames depois revelaram se tratar de uma inflação no tendão, disse seu técnico, Sun Haiping.

Se Liu passar pelas três primeiras rodadas, ele provavelmente enfrentará numa emocionante disputa pelo ouro o cubano Dayron Robles, que quebrou o recorde mundial do chinês em junho.

FORA DA LUTA

Rosângela Conceição, a Zanza, primeira brasileira a participar da luta em uma Olimpíada, foi eliminada da competição no domingo.

Zanza, que competiu na modalidade livre, categoria até 72kg, iniciou a disputa com vitória, 7 a 3 sobre Olga Zhanibekova, do Cazaquistão. Mas, na sequência, a brasileira perdeu nas quartas-de-final da japonesa Kyoko Hamagushi por 2 a 0. Como a japonesa foi derrotada depois, Zanza perdeu a chance de ir para a repescagem.

RECORDISTA EM DÚVIDA

O australiano Grant Hackett ainda não decidiu se irá continuar competindo depois de falhar na tentativa de se tornar o primeiro nadador a ganhar a mesma prova em três Olimpíadas seguidas. Ele chegou perto do objetivo, mas foi segundo nos 1.500m livre, atrás do tunisiano Oussama Mellouli.

Aos 28 anos, Hackett foi ouro em Sydney-2000 e Atenas-2004. Agora vai pensar sobre Londres-2012, e sua decisão não precisa ser já, como disse. “Estou um pouco mais velho. Vou esperar e ver, depois de uma parada, o que vou fazer.”

Ele também é o recordista mundial dos 1.500m livre, com 14min34s56, estabelecido no Japão há sete anos.

TAREFA DE MÃE

Depois de conquistar mais duas medalhas olímpicas, Dara Torres está se preparando para voltar ao papel de mãe. A nadadora de 41 anos dos EUA disse: “As outras garotas estão conversando sobre viajar de mochila ou ir para Bali, mas eu volto na terça de tarde e na quarta de manhã já levo minha filha para a escola. Tenho uma lista de material escolar para ir atrás.”

Torres conseguiu sua melhor marca nos 50m livre, terminando a apenas um centésimo de segundo da alemã Britta Steffen, mas à frente da australiana Cate Campbell, de 16 anos -- 25 mais nova que Dara.

MARATONA FEMININA

A alagoana Marily dos Santos completou a maratona da Olimpíada de Pequim na 51a colocação, com o tempo de 2h38m10. A romena Constantina Tomescu ganhou o ouro, com o tempo de 2h26m44. As medalhas de prata e bronze foram para Catherine Ndereba, do Quênia, e para a chinesa Chunxiu Zhou, respectivamente.

“Esperava chegar com uma marca melhor, mas estava muito frio. Mesmo assim, é emocionante estar aqui”, disse a alagoana.

Edição de Pedro Fonseca e Tatiana Ramil

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below