Após suspensão por doping, nadador tunisiano vence os 1.500m

domingo, 17 de agosto de 2008 01:38 BRT
 

Por Julian Linden

PEQUIM (Reuters) - O tunisiano Oussama Mellouli venceu os 1.500m livre no domingo, na Olimpíada de Pequim, com 14min40s84. Mellouli voltou de uma suspensão de 18 meses por doping.

Foi a primeira medalha de ouro da Tunísia desde a Olimpíada da Cidade do México-1968.

A prata ficou com o canadense Grant Hackett (14min41s53, mais de sete segundos longe de seu recorde mundial) e o bronze, com o canadense Ryan Cochrane (14min42s69).

Mellouli havia testado positivo para anfetaminas em um meeting nos Estados Unidos em novembro de 2006. Foi suspenso em setembro de 2007. A CAS (Corte Arbitral do Esporte) baniu o nadador por dois anos, o que o deixaria fora de Pequim. Ele alegou que havia tomado um comprimido de Adderall dois dias antes do teste para ficar acordado para um trabalho na Universiade da Califórnia do Sul. O tribunal o liberou para a Olimpíada, retroagindo sua pena, mas anulou seus resultados daquele período do teste positivo para doping.

Agora é, na natação masculina, o único atleta a vencer a mesma prova individual em três Olimpíadas consecutivas.