August 17, 2008 / 5:04 AM / 9 years ago

Ana Paula/Larissa encerram semana frenética com adeus

4 Min, DE LEITURA

Por Marcelo Teixeira

PEQUIM (Reuters) - O tempo de adaptação foi curto, mas Ana Paula e Larissa encerraram o que pareceu ser uma longuíssima semana de Jogos Olímpicos neste domingo dando adeus à disputa de medalhas após derrota para as favoritas norte-americanas Kerry Walsh e Mysty May.

Ana Paula chegou a Pequim na véspera da estréia, depois da desistência da lesionada Juliana, e fez sua primeira partida ao lado de Larissa na vitória contra as brasileiras Cristine e Andrezza, que representam a Geórgia.

"Foi uma semana de muita cobrança, de muitos desafios, desde a substituição rápida da Juliana até a pressão de ter que jogar bem, por sermos individualmente umas das melhores do mundo", afirmou Larissa após o jogo.

"Mas acho que a gente superou isso e conseguiu apresentar um bom nível de jogo. Lógico que a gente queria ganhar, mas eu estou satisfeita de ter entrado e jogado, de ter brigado", acrescentou.

Ana Paula disse que também havia desconfiança de muitos sobre a chance real de as duas se entenderem, devido às personalidades fortes.

"Falavam que não daria certo, que as duas eram cabeçudas, mas nós conversamos muito e conseguimos nos entender", afirmou.

Larissa lamentou apenas o pouco tempo de adaptação, dizendo que com pelo menos um mês a mais de treino a dupla poderia fazer melhor.

Mas não se arrepende da forma como ela e Juliana administraram a situação envolvendo a lesão da parceira, que tentou participar dos Jogos até o último momento, apesar do problema de rompimento de ligamento do joelho direito.

"Tudo aconteceu na hora que devia acontecer. Eu fiz o que tinha que fazer. Ela tinha o direito de tentar. Ela conquistou isso", afirmou Larissa.

No jogo, as norte-americanas escolheram sacar somente em Ana Paula. "Tentamos explorar o fato de a Ana ter chegado há tão pouco tempo", admitiu Walsh após a partida.

E a brasileira sentiu a tática e colocou apenas 9 bolas no chão dos 38 ataques que fez. Walsh, de 1,88 metro de altura, realizou cinco bloqueios.

"Erramos um pouco de contra-ataque, eu defendi muito, mas o levantamento ficou um pouco espetado. A gente errou um pouco demais, tivemos dificuldade nas viradas de bola", analisou Larissa.

Em alguns momentos da partida as brasileiras não se entenderam no posicionamento da defesa, com a jogadora do bloqueio e a defensora de fundo fechando o mesmo lado da quadra.

As norte-americanas fecharam a partida em 41 minutos, fazendo 21-18 e 21-15.

"Estávamos focadas para defender o título olímpico", disse May. "O time do outro lado era muito bom e nunca havíamos jogado contra elas, então procuramos ser agressivas desde o início", acrescentou.

A outra dupla brasileira, Talita e Renata, enfrenta as australianas Barnett e Cook ainda neste domingo, buscando vaga na semifinal.

Edição Maurício Martins

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below