17 de Dezembro de 2007 / às 20:31 / 10 anos atrás

Fifa elege Marta a melhor do mundo pela 2a vez seguida

<p>Melhor jogadora do mundo em 2007, brasileira Marta segura trof&eacute;u da Fifa em Zurique. Marta &eacute; bicampe&atilde; do pr&ecirc;mio, repetindo a conquista do ano passado. Photo by Christian Hartmann</p>

ZURIQUE (Reuters) - Marta é bicampeã do prêmio da Fifa de Melhor Jogadora do Ano. Nesta segunda-feira, a brasileira foi eleita a melhor de 2007, repetindo a conquista do ano passado.

A meia-atacante foi artilheira e considerada a melhor da Copa do Mundo da China, em setembro, quando a seleção brasileira ficou com o inédito vice-campeonato.

“Estou muito feliz por estar aqui e podem ter certeza que vou trabalhar firme para voltar outras vezes”, disse Marta, chorando, após receber o troféu das mãos do ex-jogador alemão Franz Beckenbauer.

A meia-atacante agradeceu a Deus, às companheiras de seleção e de seu clube, o sueco Umea, aos amigos, parentes e em especial à mãe pela conquista.

A também brasileira Cristiane ficou em terceiro lugar na eleição, atrás de Birgit Prinz, da Alemanha, autora de um dos gols da vitória de 2 x 0 na final da Copa.

Mesmo com a derrota brasileira e após perder um pênalti na decisão, Marta, de 21 anos, foi o grande nome do Mundial. Ela encantou o mundo com jogadas de extrema habilidade.

Uma delas, em especial, chamou a atenção: ao receber a bola de costas para a adversária, ela deu um toque de calcanhar, dando uma meia-lua, e partiu com a bola para a área dos Estados Unidos. A brasileira deu mais um drible bonito antes de empurrar a bola para as redes.

Também pela seleção, Marta se destacou nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em julho, quando o Brasil levou a medalha de ouro num Maracanã lotado.

Marta apareceu para o público em 2003, quando disputou o Pan de Santo Domingo e ajudou o Brasil a ser campeão. Pouco depois, aos 18 anos, foi contratada pelo Umea, da Suécia, onde é tricampeã nacional. A jogadora também conquistou a medalha de prata na Olimpíada de Atenas em 2004.

PRÊMIO NA AREIA E PARA PELÉ

Antes de Marta, outros dois brasileiros foram homenageados na noite de premiação da Fifa. Pelé recebeu um prêmio especial da Fifa. Ele foi aplaudido de pé pelos convidados da cerimônia de gala e se emocionou.

“Devo agradecer a Deus e a meu pai por estar aqui neste momento”, declarou o ex-jogador.

Buru recebeu o prêmio de melhor jogador de futebol de areia. Ele foi eleito o melhor do Mundial, disputado no mês passado no Rio de Janeiro, com 49 por cento dos votos dos jornalistas que cobriram a competição.

O jogador, de 31 anos, foi o artilheiro do torneio, com 10 gols, e ajudou a seleção a conquistar o bicampeonato mundial com uma goleada de 8 x 2 sobre o México na final, em Copacabana.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below