Brasil vai inaugurar escola para técnicos da África e Portugal

segunda-feira, 17 de março de 2008 22:41 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil vai inaugurar na terça-feira a Escola Internacional de Futebol, instituição na qual inicialmente serão treinados técnicos vindos de países de língua portuguesa, informou na segunda-feira o governo brasileiro.

A escola terá na abertura o curso de Aperfeiçoamento de Técnicos de Futebol da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), do qual farão parte 40 treinadores de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e Portugal.

"Além de promover conhecimentos científicos, teóricos e práticos sobre futebol, o curso servirá também para fortalecer a cooperação e o intercâmbio entre países em desenvolvimento, na perspectiva de uma cooperação solidária Sul-Sul" assinalou em uma nota o Ministério de Relações Exteriores do Brasil.

O ministério informou que os treinadores conhecidos, como o ex-jogador da seleção brasileira Carlos Alberto Torres, foram convidados a colaborar com a escola, que funcionará na Universidade de Brasília (UnB). No futuro as aulas serão abertas a treinadores de outros países.

(Texto de Guido Nejamkis)