Chile e Argentina querem ser nova sede do Rali Dacar

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008 10:46 BRST
 

SANTIAGO (Reuters) - O Chile pedirá aos organizadores do Rali Dacar que transfiram a competição para o país no futuro, e enviou à França, na quarta-feira, um representante que apresentará a proposta formalmente aos organizadores do evento.

De acordo com a imprensa local, a Argentina também está interessadas em trazer o rali mais famoso do mundo para a América do Sul, e um grupo de representantes do motociclismo do país estaria há mais de uma semana na França, tentando negociar a realização da prova.

A morte de quatro turistas franceses na Mauritânia e as ameaças terroristas na região à prova provocaram o cancelamento da edição do 2008 do rali, que era realizado de forma ininterrupta todos os anos desde 1979.

Diante da impossibilidade de levar o Dacar a outros continente por razões climáticas e culturais, a América do Sul se apresenta como uma alternativa para 2009, segundo especialistas.

A proposta argentina incluiria nove etapas no país e três no Chile. O subsecretário de Esportes do Chile, Jaime Pizarro, apresentará à empresa francesa Amaury Sport Organization (ASO), dona dos direitos do Dacar, as vantagens da inclusão do Chile no calendário de 2009.

"O interesse da presidente (Michelle Bachelet) é manifestar a vontade do governo para estar disponível a organizar um evento desta magnitude", disse Pizarro à Reuters.

O subsecretário, que entregará em Paris uma carta da presidente aos membros da ASO, afirmou que as condições climáticas e as conquistas esportivas de pilotos de moto do país são conhecidos pela organização

"A organização conhece perfeitamente a realidade topográfica do nosso país, e também os antecedentes esportivos do nosso país com muito boas apresentações de (Francisco) 'Chaleco' López e (Carlo) De Gavardo", acrescentou Pizarro.

De Gavardo, que disputou 11 edições do Dacar entre as motos, foi o terceiro colocado em 2001. López, campeão do mundo em 2006 na categoria 450 cc, estreou na competição em 2007.

(Reportagem de Claudio Cerda)