Organizadores rejeitam temores sobre Copa do Mundo de 2010

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008 16:34 BRT
 

Por Serena Chaudhry

JOHANESBURGO (Reuters) - A África do Sul está no caminho certo para sediar a Copa do Mundo de 2010, relataram organizadores locais nesta segunda-feira, afastando preocupações de que os esforços podem ser afetados por conflitos internos, aumento de custos e por uma crise energética.

"Esta Copa do Mundo não pode fracassar", disse Irvin Khoza, presidente do comitê organizador (LOC), em uma emotiva coletiva de imprensa em Johanesburgo, após autoridades da Fifa terem visitado estádios que abrigarão o torneio.

"Passaremos de mão em mão para garantir que esta Copa do Mundo seja um sucesso", disse Khoza, pedindo para que as pessoas não se desesperem sobre relatos de que as preparações sofrem vários obstáculos.

Altos níveis de crimes violentos e temores de que as construções de 10 estádios não serão finalizadas dentro do orçamento e do prazo colocaram em dúvida a capacidade de o país sediar o maior evento de futebol do mundo.

O humor piorou bastante no último mês após vários cortes de energia no país, que deixaram milhões de pessoas sem eletricidade e forçaram a indústria, incluindo grandes minas, a encerrarem ou restringirem o consumo energético.

Autoridades sul-africanas prometeram que os estádios terão energia para o torneio, com geradores para todos os jogos, mas as preocupações continuaram.

O país espera atrair cerca de 450 mil pessoas para o campeonato.