Derrota em Moscou aumenta pressão sobre técnico inglês McClaren

quinta-feira, 18 de outubro de 2007 12:07 BRST
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - O técnico da seleção da Inglaterra, Steve McClaren, e seus jogadores não tiveram lugar para se esconder das fortes críticas feitas pelos jornais do país nesta quinta-feira, após a derrota por 2 x 1 para a Rússia, em Moscou, na noite anterior.

"Dêem um chute nele", estampou a manchete de capa do Sun, com uma foto do rosto de McClaren dentro de uma bola de rúgbi -- em referência à seleção da Inglaterra de rúgbi que vai jogar a final da Copa do Mundo contra a África do Sul, no sábado.

O jornal acrescentou que a partida foi uma "cortina de ferro" para McClaren, e um editorial disse ainda que "as mimadas estrelas inglesas deixaram a vitória escapar entre os dentes -- e decepcionaram mais uma vez o país".

A Inglaterra vencia por 1 x 0 e tinha a classificação garantida para a Euro 2008, mas a Rússia marcou duas vezes em quatro minutos no segundo tempo para virar a partida.

Se a Rússia vencer Israel e Andorra em seus dois últimos jogos, a equipe vai se classificar às custas dos ingleses.

"Munição de borracha", escreveu o Daily Mirror, com uma fotografia de Wayne Rooney cometendo o pênalti que resultou no empate russo na partida disputada em grama sintética.

O jornal disse que as chances de classificação dos ingleses, assim como o emprego de McClaren, estão "por um fio".

O Daily Mail reclamou da marcação do pênalti, mas descreveu McClaren como o "verdadeiro vilão".