18 de Agosto de 2008 / às 04:11 / 9 anos atrás

Herói chinês, Liu desiste dos 110m com barreiras

Por Nick Mulvenney

PEQUIM (Reuters) - O sonho de Liu Xiang de defender seu título olímpico em casa acabou na segunda-feira, quando uma lesão o forçou a desistir de correr ainda na primeira eliminatória dos 110 metros com barreiras.

O chinês campeão mundial, maior esperança do país no atletismo para os Jogos de Pequim, desistiu após uma falsa largada e mancou, sentindo dores na perna direta, ao entrar pelo túnel para deixar o estádio Ninho de Pássaro sob um pesado silêncio.

“O problema hoje foi o pé, não está claro exatamente quando começou, mas tem seis ou sete anos. Já existia antes dos Jogos de Atenas-2004 e vai e volta”, disse o técnico e mentor Sun Haiping, às lágrimas, em entrevista à imprensa.

“É no final do tendão de Aquiles dele no pé direito”, completou. “Temo que ele não consiga competir até o final do ano...Ele mal consegue andar. Ela estava chorando, está bastante deprimido”.

O treinador da equipe de atletismo da China, Feng Shuyong, disse que o atleta de 25 anos sentiu a lesão reaparecer durante treinamento no sábado, e as dores pioraram na segunda-feira de manha..

“Nesta manhã, ele sentiu a dor se intensificar”, disse ele. “Mas, apesar da dor, decidiu competir na primeira eliminatória”.

“Liu não desistiria, a menos que a dor estivesse intolerável e não houvesse outra opção”.

Ao lado do jogador de basquete Yao Ming, Liu é o atleta favorito da China, e havia uma enorme expectativa para que ele repetisse o triunfo de 2004, quando tornou-se o primeiro campeão olímpico de seu país na pista.

“Fizemos tudo que podíamos. Acredito que todo o povo chinês vai entender essa situação”, disse Feng. Filho de um motorista de caminhão de Xangai, Liu tornou-se herói nacional da noite para o dia ao igualar o recorde mundial dos 110m com barreiras da época e conquistar a medalha de ouro em Atenas-2004, com 12s91.

OUTRO RECORDE

Após um ano (2005) com problemas de lesões, quando ainda conseguiu a prata atrás do francês Ladji Doucoure no Mundial, Liu voltou em 2006 para registrar o recorde mundial de 12s88, em Lausanne.

A vitória em Osaka lhe garantiu o primeiro título mundial e aumentou as expectativas de que conquistaria o ouro em Pequim.

Os torcedores chineses ficaram em choque com a desistência, mas a maioria foi solidária com Liu.

“Deve doer. Podíamos ver que ele sentia dor, pelo seu rosto”, disse a estudante Tracy Yang. “Nós o apoiamos, ele vai voltar”.

O cubano Dayron Robles, que se classificou após a eliminatória de segunda-feira, bateu o recorde mundial de Liu em junho, ao registrar 12s87.

Os preparativos de Liu para os Jogos Olímpicos foram prejudicados por outra lesão, na perna, que o forçou a desistir de um meeting em Nova York em maio. Ele não compete há mais de dois meses.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below