Após ouro, meta de Cielo passa a ser recorde mundial

terça-feira, 19 de agosto de 2008 16:10 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Depois de conquistar a medalha de ouro nos 50 metros livre nos Jogos Olímpicos de Pequim, o nadador César Cielo planeja treinar para buscar o recorde mundial da prova.

Recém-chegado ao Brasil após conquistar duas medalhas olímpicas, também ficou com o bronze nos 100 metros livre, Cielo foi deu entrevista à imprensa após ser recebido no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

"Acho que é muito mais fácil você ganhar de você mesmo do que você ganhar de alguém, você conhece seus limites, meu objetivo agora é treinar para tentar baixar o tempo cada vez mais", disse Cielo que conquistou o ouro após fazer o percurso em 21s30, a somente 2 centésimos de segundo do recorde mundial.

Após a conquista olímpica, o nadador foi informado pela família da morte do avô Alcides, aos 84 anos.

"É difícil, não é fácil. Agradeço minha família por ter me poupado. Isso poderia ter afetado meu emocional lá na Olimpíada", disse. "Era para acontecer, isso não tem como controlar, e é uma pena estar recebendo essa notícia no meio dessa alegria toda, mas tenho certeza que ele está bem, muito feliz."

Apesar da alegria com as medalhas, Cielo alertou aos aspirantes a nadadores olímpicos da dureza do caminho que leva aos Jogos.

"Isso aqui é uma vitória de muitas, muitas derrotas que eu já passei no passado, muitas coisas que eu já passei nos Estados Unidos também", disse Cielo, que trocou o Brasil pelos EUA para poder estudar e treinar ao mesmo tempo.

"Então, agora está tudo bonito, tudo lindo, com essa medalha de ouro. Mas o caminho não é assim não, é um caminho muito mais difícil do que a gente pensa que é."