Líder da F1, Kubica diz não acreditar em conquista de título

quinta-feira, 19 de junho de 2008 15:47 BRT
 

Por Alan Baldwin

MAGNY-COURS (Reuters) - O líder do campeonato mundial de Fórmula 1, Robert Kubica, afirmou nesta quinta-feira que seus rivais estavam certos ao considerá-lo um candidato improvável ao título.

"Olhando e analisando a minha situação e a de minha equipe, eu também não me considero um favorito ao título", disse o polonês da BMW-Sauber em entrevista coletiva que antecede o Grande Prêmio da França.

O atual campeão mundial Kimi Raikkonen, da Ferrari, disse depois da vitória de Kubica no GP do Canadá que ele estava feliz com o fato de o polonês, e não o rival Lewis Hamilton ou o companheiro de equipe Felipe Massa, ter vencido a prova.

"Foi bom Kubica ter vencido no Canadá", disse o finlandês em seu website (www.kimiraikkonen.com). "Para nós, foi bom ele ter conseguido 10 pontos e não meus principais rivais, que estão apenas três pontos na minha frente".

Raikkonen não pontua há duas corridas, e a vitória de Kubica colocou o polonês a quatro pontos de Massa e Hamilton, e a sete pontos do finlandês, depois de sete corridas na temporada.

Perguntado se ele se sentia subestimado por Raikkonen, que via apenas Massa e Hamilton como seus principais adversários, Kubica negou.

"Analisando a situação do ponto de vista de Kimi, eu me preocuparia mais com Felipe e Lewis também", disse.

Kubica atribuiu seu aparecimento na competição à excepcional confiabilidade de sua equipe.   Continuação...