Chineses vão a extremos para ver e apoiar os Jogos

terça-feira, 19 de agosto de 2008 06:04 BRT
 

Por Belinda Goldsmith

PEQUIM (Reuters) - Liu Xianghui pedalou mais de 1.300 quilômetros até Pequim, levando sua avó de 98 anos num pequeno veículo triciclo coberto para satisfazer o sonho dela de ver a Olimpíada.

Notícias de chineses fanáticos por esportes indo a extremos para torcer na Olimpíada têm sido publicadas nos jornais e sites chineses desde o inícios dos Jogos, em 8 de agosto, fazendo coisas do tipo raspar os cabelos deixando os cinco anéis olímpicos na cabeça.

Wen Shengchu, 58 anos, médico da tradicional medicina chinesa, espetou 200 agulhas de acupuntura em sua cabeça, cada uma ostentando uma bandeira.

Huang Junde, 62 anos, de Chongqing, usou 1.860 insígnias do ex-líder Mao Tse-Tung para desenhar o símbolo olímpico.

Andando por Pequim e pelas instalações olímpicas, é possível encontrar por toda a parte exemplos de fãs levando ao pé da letra a mensagem do governo de dar total apoio aos Jogos.

Como um homem descendo a rua perto do Ninho do Pássaro usando um vestido vermelho, salto alto e uma coroa enfeitada com folhas de palmeiras com bandeiras chinesas presas nos ombros, ou o expectador com uma réplica do Estádio Olímpico na cabeça.

Sun Shijie, 72 anos, da província de Hebei, cultivou uma árvore formando os cinco anéis olímpicos, trabalhando nos ramos, cortando e dando-lhes forma até formarem os anéis.

O estudante de nível médio Yang Yijie patinou 2.300 km de Guajgzhou, na província de Guangdong, até Pequim, durante 16 dias, coletando nomes de apoiadores olímpicos através do caminho.   Continuação...