ALTOS&BAIXOS-Chineses dominam ginástica artística

terça-feira, 19 de agosto de 2008 13:26 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Veja abaixo quem sobe e quem desce nos Jogos Olímpicos de Pequim após as competições desta terça-feira.

ALTOS

* Xiaopeng Li, nas barras paralelas, e Kai Zou, na barra fixa, encerraram nesta terça-feira uma participação impecável da ginástica masculina da China na Olimpíada de Pequim. Os donos da casa levaram nada menos que 7 das 8 medalhas de ouro em disputa, incluindo duas vitórias contra o Japão na prova por equipes e no individual geral. Apenas no salto, vencido pelo polonês Leszek Blanik, a China não esteve no degrau mais alto do pódio na modalidade. Além dos 7 ouros, os ginastas do país ainda levaram 1 medalha de prata.

* A Argentina teve um dia de sonhos em Pequim. O país levou seu primeiro ouro nos Jogos, no ciclismo, e o time de futebol bateu o Brasil por 3 x 0 e tentará o bicampeonato olímpico. Os ciclistas Juan Esteban Curuchet e Walter Pérez, campeões do Pan do Rio no ano passado, ganharam a prova madison com 8 pontos, seguidos pela Espanha e a Rússia.

BAIXOS

* Sem demonstrar em nenhum momento durante todo o jogo que poderia vencer, a seleção brasileira foi facilmente batida pela rival Argentina na semifinal do torneio de futebol da Olimpíada e deu adeus à chance de conquistar pela primeira vez a medalha de ouro da modalidade em Jogos Olímpicos. O capitão Ronaldinho Gaúcho teve uma atuação muito discreta, num dia em que o time todo esteve mal. Quando a derrota por 3 x 0 já estava definida, Lucas e Thiago Neves ainda agrediram Javier Mascherano numa diferença de minutos e foram expulsos.

* Em Atenas-2004, o velejador Bimba deixou o pódio escapar na última regata depois de ter liderado a competição da prancha à vela desde o início. Ele era estreante em Olimpíadas e tinha 24 anos. Para os Jogos de Pequim, Bimba chegou levando na bagagem o título de atual campeão mundial. Mas de novo voltou a decepcionar. Sem conseguir posicionar-se entre os primeiros colocados em nenhum momento da competição, ele despediu-se do pódio ao terminar a 10a regata, nesta terça-feira, em antepenúltimo lugar -- 33o de 35.

* O site do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) na Internet, principal meio de acesso às informações sobre a participação brasileira na Olimpíada, teve sua segurança furada por crackers, que alteraram seu conteúdo e fizeram críticas ao desempenho do Brasil nos Jogos. O site acabou ficando fora do ar por várias horas.