Blatter e Platini terão encontro sobre cota para estrangeiros

terça-feira, 20 de maio de 2008 16:47 BRT
 

Por Mike Collett

MOSCOU (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, e o presidente da Uefa, Michel Platini vão se encontrar na quarta-feira para tentar chegar a um acordo sobre os planos de Blatter para limitar o número de jogadores estrangeiros nos clubes.

Blatter tem insistido há meses que vai pedir ao Congresso da Fifa, em Sydney, no final do mês, para endossar a chamada regra "6+5", que limita os clubes a começarem as partidas com não mais que cinco estrangeiros em campo.

Entretanto, a União Européia afirma que a regra poderia entrar em choque com as leis de livre trabalho do bloco continental, possibilitando uma série de casos na Justiça.

Uma fonte da Uefa disse à Reuters nesta terça-feira que Blatter ainda pretende apresentar a idéia aos 208 membros da Fifa em Sydney, mas agora vai apenas pedir que examinem a idéia.

"Isso não é o mesmo que pedir ao Congresso que imponha a regra", disse a fonte.

A Fifa recusou-se a comentar sobre sua posição, que segue inalterada desde o Congresso em Zurique do ano passado, quando foi aprovado o estudo da proposta.

Apesar de ter enfrentado oposição de diferentes partes, Blatter não mudou de idéia.

Em entrevista à Reuters neste mês, ele afirmou: "o Congresso vai receber uma proposta concreta para começar as cotas a partir de 2010, com pelo menos quatro jogadores locais em campo, subindo para cinco jogadores em 2011 e para seis em 2012."

Para mudar as regras da Fifa, Blatter precisa de 75 por cento de apoio do Congresso em Sydney, onde cada uma das 208 nações afiliadas à Fifa tem direito a voto.