Messi sai como herói e Tevez é o vilão em derrota da Argentina

quarta-feira, 21 de novembro de 2007 12:29 BRST
 

Por Brian Homewood

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Enquanto Lionel Messi recebeu elogios por seu lindo gol, apesar da derrota da Argentina para a Colômbia, seu companheiro de ataque Carlos Tevez foi eleito o vilão pelo fim da invencibilidade da equipe nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

Messi passou por três adversários para colocar a Argentina em vantagem na partida em Bogotá, porém Tevez foi expulso aos 25 minutos de jogo e a Colômbia acabou virando o placar no segundo tempo.

"Eles são dois jovens símbolos da seleção nacional", escreveu o jornal de Buenos Aires El Clarín. "Lionel Messi e Carlos Tevez tiverem papéis importantes na noite da derrota. Um nos fez sorrir. O outro nos fez chorar.

"Messi, mais uma vez, foi o ponto alto da Argentina e marcou um gol inspirado em Maradona. Tevez, por outro lado, foi irresponsável."

Tevez recebeu o cartão vermelho por chutar o lateral colombiano Ruben Dario Bustos em um lance sem bola.

Ao sair do campo, o jogador do Manchester United foi ignorado pelo técnico Alfio Basile e pelos companheiros que estavam no banco de reservas,

Com Hernán Crespo e Sergio Aguero ávidos por uma vaga ao lado de Messi, o temperamento de Tevez pode custar a ele seu espaço no time titular.

Tevez, que completou 10 jogos sem marcar pela seleção -- desde o gol contra os Estados Unidos na Copa América, em junho --, vai cumprir suspensão automática no próximo jogo da Argentina nas eliminatórias, contra o Equador, em junho de 2008.   Continuação...