Brasil faz as duas finais do 4x100m; favoritos perdem o bastão

quinta-feira, 21 de agosto de 2008 10:52 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O Brasil classificou-se para as finais olímpicas do revezamento 4x100 metros tanto no masculino como no feminino, nesta quinta-feira, no estádio Ninho de Pássaro, após eliminatórias marcadas por erros na passagem do bastão que eliminaram as equipes dos Estados Unidos e outros favoritos ao pódio.

A equipe brasileira formada por José Carlos Moreira, Bruno Tenório, Vicente Lenílson e Sandro Viana classificou-se com o sétimo melhor tempo (39s01), ante 38s26 de Trinidad e Tobago, o melhor dos oito que avançaram para a decisão.

No feminino, Rosemar Coelho, Lucimar Moura, Thaíssa Presti e Rosângela Santos chegaram em terceiro lugar em sua série, com o tempo de 43s38, o quinto entre os oito classificados. O melhor tempo foi da Jamaica, com 42s24, seguida da Rússia, com 42s87.

Os Estados Unidos ficaram fora da final do revezamento no masculino e no feminino após as duas equipes terem derrubado o bastão.

O melhor tempo da semifinal parecia tranquilo para os velocistas dos Estados Unidos, até a última passagem (Darvis Patton para Tyson Gay), quando o bastão foi derrubado na pista.

Os norte-americanos estavam buscando sua 16a medalha de ouro e esperando a revanche de Atenas-2004, quando foram surpreendidos pela Grã-Bretanha. Os britânicos também foram eliminados, na segunda bateria, por cometerem um erro na passagem.

Outra equipe forte eliminada foi a Nigéria, o que fez com que os três medalhistas de Atenas-2004 ficassem de fora da final em Pequim.

No 4x100m feminino, as norte-americanas também derrubaram o bastão, na passagem da terceira para a quarta atleta: Torri Edwards e Lauryn Williams.

A equipe dos Estados Unidos, campeã mundial, era a favorita para esse ouro, em Pequim.

 
<p>Tyson Gay e Darvis Patton erram passagem do bast&atilde;o durante eliminat&oacute;ria do revezamento 4x100m livre dos Jogos de Pequim, nesta quinta-feira. Photo by Mike Blake</p>