Português Évora é ouro no salto triplo: Jadel fica em sexto

quinta-feira, 21 de agosto de 2008 11:58 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O português Nelson Évora ficou com a medalha de ouro do salto triplo, com 17,67 metros, nos Jogos Olímpicos de Pequim, nesta quinta-feira. O brasileiro Jadel Gregório terminou em sexto, uma posição pior em relação à Olimpíada de Atenas-2004.

A prata ficou com Phillips Idowu (17,62m), da Grã-Bretanha, e Leevans Sands (17,59m), da Bahamas, conquistou o bronze. Jadel saltou 17,20m em seu último e melhor salto, bem abaixo de sua melhor marca pessoal, de 17,90m.

No primeiro salto, o brasileiro fez 17,14m mas parou por aí, enquanto os rivais melhoravam suas marcas. Jadel fez 16,55m no segundo salto e perdeu o passo no terceiro, caindo para sétimo lugar.

Na briga, continuavam Idowu, Sands, Évora e o cubano Arnie Girat, todos com mais de 17,50m. No quarto salto, Évora liderava com os 17,67m.

Jadel parecia pesado, com as pernas travadas. Ele fez 16,83m e 16,78m, continuando no sétimo lugar, que só melhorou para sexto na última tentativa, quando alcançou 17,20m.

Évora, de 24 anos, campeão no Mundial de Atletismo de Osaka, no ano passado, conseguiu seu melhor salto na quarta tentativa, das seis.

O novo campeão olímpico nasceu na Costa do Marfim. Ele representou Cabo Verde até 2002, quando assumiu a nacionalidade de Portugal, para onde mudou ainda quando criança.