Técnico Russo deixa o Boca Juniors após vice mundial

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 17:54 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O técnico Miguel Russo deixou o comando do Boca Juniors, vice-campeão do mundo após a derrota por 4 x 2 para o Milan na final do Mundial de Clubes da Fifa, informou nesta sexta-feira o presidente do clube, Pedro Pompilio.

"Chegamos a um acordo para não renovar o contrato que termina em 31 de dezembro", disse Pompilio à rádio de Buenos Aires La Red.

Russo, que conquistou a Copa Libertadores durante sua passagem de um ano pela equipe, disse que ficou muito desagradado com a decisão do clube de substituir dois profissionais de sua comissão técnica.

"Eles me ofereceram a possibilidades continuar com algumas mudanças, e eu não aceitei", disse o treinador de 51 anos, que substituiu Ricardo La Volpe no Boca, após uma passagem pelo Vélez Sarsfield.

"Pompilio tem o direito de fazer as mudanças que ele considera necessárias para a estrutura do clube... mas fazer algo como isso seria perder o meu respeito."

O presidente do Boca afirmou que Carlos Bianchi, que já treinou a equipe em duas oportunidades, era o principal candidato a assumir o time.

Bianchi é um dos técnicos de maior sucesso na América do Sul. Ele conquistou a Libertadores uma vez com o Vélez e outras três com o Boca, em duas passagens distintas.

Ele também venceu quatro títulos argentinos com o clube e a Copa Intercontinental duas vezes.

(Por Luis Ampuero)