McClaren diz que demissão é o dia mais triste de sua carreira

quinta-feira, 22 de novembro de 2007 13:47 BRST
 

Por Martyn Herman

ST ALBANS, Inglaterra (Reuters) - Steve McClaren assumiu a total responsabilidade nesta quinta-feira pelo fracasso inglês nas eliminatórias para a Eurocopa de 2008, e afirmou que a demissão do cargo é o dia mais triste da sua vida.

No dia seguinte à derrota inglesa por 3 x 2 para a Croácia em Wembley, o treinador disse ainda que algumas questões no futebol inglês precisam ser resolvidos para que a seleção tenha sucesso.

"Essa é uma grande decepção", disse ele a repórteres em entrevista coletiva. "Sinto que decepcionei a torcida e o país. Eu realmente achei que estivéssemos prontos, mas infelizmente não era para ser", acrescentou.

"Eu disse 18 meses atrás quando assumi que aquele era o dia de maior orgulho na minha carreira, e esse é o mais triste."

McClaren defendeu seus jogadores, porém reconheceu que as críticas que eles devem receber nos próximos dias e semanas são justificadas porque eles não alcançaram o objetivo de se classificar.

"Acredito que precisamos apoiar o time e analisar as condições gerais que estamos trabalhando", disse McClaren, quando perguntado se o grande número de estrangeiros no Campeonato Inglês estaria prejudicando a seleção.

"Temos que perguntar se é possível melhorar a situação para aumentar as chances da seleção inglesa."

Sobre sua decisão de não pedir demissão, McClaren disse que nunca havia desistido de nada e que espera voltar ao futebol em breve.