Nervosos em quadra, Márcio e Fábio Luiz ficam com a prata

sexta-feira, 22 de agosto de 2008 01:28 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Márcio e Fábio Luiz mostraram nervosismo e precipitação no final e perderam por 2 sets a 1 para os norte-americanos Todd Rogers e Phil Dalhausser, ficando com a medalha de prata no vôlei de praia dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Depois de eliminarem os campeões olímpicos de Atenas-2004 Ricardo e Emanuel nas semifinais, a dupla brasileira não conseguiu encarar a superioridade dos campeões mundiais e cometeu erros demais durante todo o jogo.

Os dois estavam bastante abalados e abatidos após a derrota, e mal conseguiram falar.

"Ninguém queria mais esse ouro do que eu. Não vou me contentar com esse segundo lugar. O mundo dá voltas e quem sabe a gente não volta outra vez, com mais força, mais garra, cometendo menos erros", disse Fábio Luiz.

Essa é a nona medalha do vôlei de praia do Brasil em Jogos Olímpicos, desde que o esporte começou a ser disputado em Atlanta-1996.

Os brasileiros começaram bem o primeiro set e chegaram a abrir cinco pontos de vantagem, mas Rogers e Dalhausser aos poucos foram conseguindo se aproximar, tirando a concentração de Fábio e Márcio.

Eles conseguiram passar à frente pela primeira vez com 18-17, e fecharam o set com 23-21 em um erro de ataque de Fábio Luiz.

Na segunda parcial as duas duplas seguiram se alternando na liderança no placar, mas sem que nenhuma conseguisse abrir grande vantagem. No final, os brasileiros finalmente conseguiram abrir e fecharam em 21-17 com erro de saque dos adversários.

O tiebreak foi marcado pelos vários erros e nervosismo dos brasileiros, e os norte-americanos conseguiram disparar no placar sem nenhuma dificuldade. Fábio Luiz insistia no ataque em cima do bloqueio de Dalhausser, que se dava bem melhor. E rapidamente os norte-americanos garantiram o ouro com vitória de 15-4.   Continuação...