Ucraniana perde prata por doping no heptatlo; fica fora do salto

sexta-feira, 22 de agosto de 2008 06:38 BRT
 

Por Karolos Grohmann

PEQUIM (Reuters) - A ucraniana Lyudmila Blonska teve a medalha de prata conquistada no heptatlo dos Jogos de Pequim cassada após apresentar teste positivo para um esteróide anabólico, informou uma autoridade do Comitê Olímpico Internacional (COI) na sexta-feira.

"Ela perdeu a medalha", disse um dirigente após reunião do comitê executivo do COI.

A ucraniana não vai disputar a final do salto em distância, nesta sexta-feira. Ela havia se classificado com a terceira melhor marca das eliminatórias (6,76 metros), logo atrás da brasileira Maurren Maggi e da norte-americana Brittney Reese.

A medalha de prata do heptatlo foi herdada por Hyleas Fountain, dos EUA, e o bronze ficou com a russa Tatiana Chernova.

Blonska pode agora receber uma suspensão vitalícia, depois do que tornou-se oficialmente o segundo caso de doping da atleta na carreira. Ela testou positivo após a competição de 17 de agosto em Pequim.

Todos os cinco primeiros colocados, assim como vários outros atletas, são submetidos a testes durante a Olimpíada.

Blonska, que deu positivo para metiltestosterona, retornou às competições em 2005 após cumprir dois anos de suspensão por doping.

Cabe à Associação Internacional das Federações de Atletismo impor qualquer outra punição.

 
<p>Lyudmila Blonska, da Ucr&acirc;nia, compete durante os Jogos de Pequim. A ucraniana teve a medalha de prata conquistada no heptatlo dos Jogos de Pequim cassada aps apresentar teste positivo para um esteride anablico, informou uma autoridade do Comit Olmpico Internacional (COI) na sexta-feira. Photo by Ruben Sprich</p>