Argentina lamenta derrota no basquete e a perda de Ginobili

sexta-feira, 22 de agosto de 2008 22:46 BRT
 

Por Gelu Sulugioc

PEQUIM (Reuters) - A Argentina lamentou a perda de seu cestinha Manu Ginobili, na sexta-feira, durante a derrota para os Estados Unidos pela semifinal do torneio olímpico de basquete.

Maior pontuador do torneio, o armador do San Antonio Spurs deixou a partida no primeiro quarto depois de torcer o tornozelo, e não conseguiu mais voltar.

"Manu é nosso principal jogador no ataque", disse o ala Carlos Delfino à Reuters. "Ele é um astro da NBA como todos aqueles caras. Eles o respeitam. Os árbitros o respeitam."

"Tentamos nos recuperar, mas tínhamos perdido aqueles 20 ou 22 pontos, além da liderança dele em quadra."

Os Estados Unidos venceram por 101 a 81, vingando a derrota para a Argentina também nas semifinais em Atenas-2004.

"Não é a melhor coisa quando o melhor jogador do torneio se machuca em uma semifinal", disse o técnico da Argentina, Sergio Hernandez. "Para mim, ele foi o jogador-chave deste torneio."

A participação de Ginobili na disputa da medalha de bronze, domingo, contra a Lituânia, ainda não está certa.

"Manu ajudaria muito, ele é um jogador muito importante para nós", disse o ala Juan Gutierrez, da Argentina. "Certamente sentimos muito sua falta pois perdemos um importante cestinha."   Continuação...

 
<p>Manu Ginobili, da Argentina, logo ap&oacute;s torcer o tonozelo durante o primeiro quarto da final do basquete Ol&iacute;mpico em Pequim. O melhor jogador da equipe porte&ntilde;a ficou fora do resto da partida. Photo by Sergio Perez</p>