Jamaica vence 4x100m com recorde mundial; Brasil é 4o

sexta-feira, 22 de agosto de 2008 11:41 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A Jamaica completou uma Olimpíada fenomenal nas provas de velocidade do atletismo ao vencer, nesta sexta-feira, o revezamento 4x100 metros masculino com direito ao novo recorde mundial, no estádio Ninho de Pássaro de Pequim.

A equipe brasileira terminou em 4o lugar e não conseguiu igualar os pódios de Sydney-2000 (prata) e Atlanta-1996 (bronze).

A vitória jamaicana garantiu a Usain Bolt sua terceira medalha de ouro em Pequim. O velocista, que também ganhou os 100m e os 200m, completou a equipe formada por Nesta Carter, Michael Frater e Asafa Powell para estabelecer o recorde de 37s10, melhorando em 0s30 o antigo recorde registrado pelos EUA em 1993.

Trinidad e Tobago terminou em segundo lugar, com 38s06, e o Japão conquistou o bronze, com 38s15, logo à frente dos 38s24 registrados pelo quarteto brasileiro Vicente Lenílson, Sandro Viana, Bruno de Barros e José Carlos Moreira.

Grã-Bretanha, EUA e Nigéria, que terminaram em 1o, 2o e 3o, respectivamente, nos Jogos de Atenas-2004, ficaram de fora da final após terem cometido erros nas eliminatórias, deixando a Jamaica como favorita absoluta à medalha de ouro.

No 4x100m feminino, a Rússia conquistou o ouro, após erro das jamaicanas, que não terminaram a prova. A medalha de prata ficou com a Bélgica, e o bronze, com a Nigéria.

O Brasil repetiu a quarta colocação dos homens, numa prova em que as norte-americanas não se classificaram também por errar a passagem do bastão nas eliminatórias.

O quarteto brasileiro foi formado por Lucimar Moura, Rosângela Santos, Rosemar Coelho e Thaissa Presti.

(Reportagem de Julian Linden)

 
<p>Equipe jamaicana do revezamento 4x100m Asafa Powell, Usain Bolt, Michael Frater e Nesta Carter exibe o recorde mundial estabelecido por eles na final dos Jogos de Pequim, nesta sexta-feira, no est&aacute;dio Ninho de P&aacute;ssaro. Photo by Kai Pfaffenbach</p>