HEROÍNA DO DIA-A volta por cima de Maurren Maggi

sexta-feira, 22 de agosto de 2008 12:46 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Maurren Maggi, de 32 anos, viu a carreira ruir quando se preparava para os Jogos Pan-Americanos de 2003 e a Olimpíada de 2004 como grande esperança de medalha de ouro no salto em distância.

O doping por uma substância proibida presente em uma pomada cicatrizante utilizada após depilação, segundo a atleta, resultou numa suspensão de dois anos, período em que a atleta pensou em desistir do esporte.

Mas Maurren mudou de idéia. Inspirada pelo nascimento da filha Sofia, de 3 anos, ela retomou os treinamentos em 2006 e completou a virada em sua vida com a conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, a primeira de uma brasileira em esportes individuais e a primeira do atletismo feminino do país.

Com um salto de 7,04 metros, seu melhor resultado no ano, Maurren superou por 1 centímetro a russa Tatyana Lebedeva, campeã em Atenas-2004 e no Mundial de Osaka, no ano passado.

 
<p>Maurren Higa Maggi comemora medalha de ouro no salto em dist&acirc;ncia dos Jogos de Pequim no est&aacute;dio Ninho de P&aacute;ssato, nesta sexta-feira. Photo by Kai Pfaffenbach</p>