Donadoni descarta demissão e diz que Itália jogou bem

segunda-feira, 23 de junho de 2008 15:57 BRT
 

Por Mark Meadows

BADEN, Áustria (Reuters) - O técnico da Itália, Roberto Donadoni, disse nesta segunda-feira que não vai pedir demissão apesar da derrota nas quartas-de-final da Euro 2008 para a Espanha, e continua defendendo que os campeões do mundo jogaram bem no torneio.

Os críticos dizem que a seleção italiana estava aflita, sem energia e sem idéias na Áustria. As mídias suíça e italiana esperam que Donadoni seja demitido pela federação de futebol do país para dar lugar a Marcello Lippi, que levou a equipe ao título mundial em 2006, na Alemanha.

Uma cláusula no contrato de mais dois anos de Donadoni significa que demiti-lo nos próximos dez dias sairá mais barato. A federação está revendo sua posição e vai se encontrar com o técnico.

"Absolutamente não", disse Donadoni em uma coletiva de imprensa, quando lhe perguntaram se considerou renunciar depois da derrota nos pênaltis de domingo para os espanhóis.

"Não tenho motivo. Só perdemos um jogo nos pênaltis. Você não pode dizer que as coisas funcionam quando você ganha e não funcionam quando você perde nos pênaltis. Vamos conversar e decidir. Não faz sentido falar se mereço continuar".

Ele recusou-se a dar desculpas para a derrota, como a lesão do capitão Fabio Cannavaro antes do torneio ou as aposentadorias do atacante Francesco Totti e de Alessandro Nesta, no ano passado.

Tranquilo, Donadoni também negou as acusações de que seu time era muito defensivo, mas disse que seus jogadores estão cansados, principalmente Luca Toni.

"Depois de uma temporada dura... É difícil ver um time jogando brilhantemente", acrescentou.

 
<p>Donadoni descarta demiss&atilde;o e diz que It&aacute;lia jogou bem. O t&eacute;cnico da It&aacute;lia, Roberto Donadoni, disse que n&atilde;o vai pedir demiss&atilde;o apesar da derrota nas quartas-de-final da Euro 2008 para a Espanha. 22 de junho. Photo by Christian Charisius</p>