Chinesas levam bronze no vôlei sobre Cuba, tricampeã olímpica

sábado, 23 de agosto de 2008 04:36 BRT
 

Por John Ruwitch

PEQUIM (Reuters) - Com quatro medalhas olímpicas com sua seleção feminina de vôlei, desta vez Cuba não pegou nem pódio. Vinha do bronze em Atenas-2004, mas neste sábado, pela disputa do terceiro lugar em Pequim, foi a China que garantiu o bronze ao bater as cubanas por 3 sets a 1.

Uma série de ataques e bloqueios de Wang Yimei e da capitã Feng Kun devolveu a força ao time, depois de um início ruim. As chinesas fecharam o primeiro set em 25-16.

No segundo, Cuba mandou no jogo. Mostrou por que ganhou seus três ouros olímpicos em sequência, entre 1992-2000, empatando a partida ao fechar o set em 25-21.

A China novamente conseguiu sair de um mau momento para se aproveitar dos erros das adversárias e fazer 25-13 no terceiro set.

Só Wang Yimei fez 18 pontos de ataques no quarto set, levando a China a fechar a vitória com 25-20.

As chinesas apresentaram muitos problemas em seu jogo durante este torneio Olímpico, em que defendiam o ouro de Atenas-2004. Tiveram duas derrotas no tiebreaker, para a própria Cuba e para os Estados Unidos, na fase de classificação. Foi contra a Rússia que mostraram vôlei bem melhor.

Na semifinal, o Brasil derrotou a China, por 3-0, encerrando o sonho do bicampeonato das donas da casa.

Para Zhonghe Chen, o técnico chinês, mesmo tendo chegado ao bronze sua equipe ainda não tem performance consistente como o Brasil, que citou com "no auge de sua condição", pela habilidade das jogadoras e a velocidade de seu ataque.

Cuba passou por uma difícil fase de transição, com novas jogadoras chegando. Além dos três ouros olímpicos de 1992, 1996 e 2000, as cubanas haviam sido campeãs dos Mundiais de 1978, 1994 e 1998, além da Copa do Mundo do Japão de 1999 e da Liga Mundial de 2000.

 
<p>Jogaram cubanas no banco de reservas ap&oacute;s derrota para China na disputa da medalha de bronze dos Jogos de Pequim, neste s&aacute;bado. Photo by Yves Herman</p>