Queniano Wanjiru é ouro na maratona; José Teles fica em 38o

domingo, 24 de agosto de 2008 00:43 BRT
 

Por Mitch Phillips

PEQUIM (Reuters) - A longa espera do Quênia por sua primeira medalha de ouro olímpica em uma maratona terminou neste domingo (horário local), quando Sammy Wanjiru venceu a prova no calor de Pequim e ainda bateu o recorde Olímpico com 2h06min32.

Wanjiru, de 21 anos, permaneceu sempre no grupo da frente, marcando um forte ritmo que rapidamente começou a derrubar os adversários.

Ele fez seu ataque decisivo pouco depois, para terminar com boa vantagem à frente do marroquino Jaouad Gharib, medalha de prata com 2h07min16. Tsegay Kebede passou seu exausto compatriota etíope Deriba Merga na volta final, dentro do Ninho do Pássaro, levando o bronze.

"Eu forcei e forcei, eu tinha que fazer isso, cansar os outros", disse Wanjiru. "Meu plano era forçar meu corpo até o limite".

Apesar de sua grande tradição em provas de longa distância e de grandes vencedores de maratonas, o título olímpico sempre escapou do país africano, que conta com seis dos 10 homens mais rápidos da história na maratona.

O brasileiro melhor colocado na prova foi José Teles de Souza, na 38a posição, com 2h20min25. Marilson dos Santos e Franck Caldeira não terminaram a disputa.

Com o recordista mundial Haile Gebrselassie fora da prova por temores quanto à poluição, os quenianos chegaram confiantes de que a história iria mudar desta vez.

Todos os três quenianos estavam no pelotão da frente após a largada, em uma bela manhã clara e ensolarada na Praça Tiananmen.   Continuação...