Iraque é proibido de disputar Jogos de Pequim

quinta-feira, 24 de julho de 2008 12:20 BRT
 

BAGDÁ (Reuters) - O Iraque foi proibido pelo Comitê Olímpico Internacional de disputar os Jogos de Pequim devido à interferência do governo do país no comitê olímpico nacional, disse uma autoridade do comitê iraquiano nesta quinta-feira.

O governo iraquiano decidiu desmontar o comitê olímpico do país em maio após uma disputa sobre a forma que o órgão havia sido montado.

"Fomos informados esta manhã da decisão final do Comitê Olímpico Internacional de suspender a filiação do Comitê Olímpico Iraquiano"", disse o secretário-geral do comitê iraquiano, Hussein al-Amidi.

O Iraque pretendia enviar uma pequena equipe olímpica a Pequim, apesar da enorme violência no país que matou mais de 100 atletas iraquianos desde a invasão liderada pelos EUA em 2003.

"Essa é a decisão final, não há como recorrer. Isso significa que o Iraque não vai disputar os próximos Jogos Olímpicos. Essa é uma perda para o Iraque e sua reputação internacional, seus atletas e sua juventude", disse Amidi.

"Os atletas que estiveram treinando me telefonaram hoje e eles estavam chorando e muito tristes", acrescentou.

A porta-voz do COI Emmanuelle Moreau disse à Reuters: "Nós mandamos uma carta ao governo iraquiano hoje dizendo que, como a situação está hoje, é improvável termos atletas iraquianos nos Jogos de Pequim."

(Por Waleed Ibrahim e reportagem adicional de Karolos Grohmann em Atenas)