Barça de Ronaldinho e Rijkaard sofre pesadelo pré-natalino

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007 13:01 BRST
 

Por Mark Ellington

MADRI (Reuters) - O Barcelona de Frank Rijkaard e Ronaldinho acordou de ressaca na segunda-feira depois da derrota psicologicamente arrasadora para o Real Madrid em pleno Camp Nou, o que deixa o arqui-rival sete pontos à frente na tabela.

O brasileiro Julio Baptista marcou o único gol do jogo, aos 36 minutos, diante de um Barça carente de força, inspiração e idéias.

"O Real ganhou por sua condição tática e física, não por causa do seu jogo superior", minimizou o diário catalão Sport, enquanto o El País, da capital, achou que o time azul-grená estava com prazo de validade vencido.

Depois de deixar Ronaldinho no banco no fim de semana anterior, quando o Barcelona bateu o Valencia por 3 x 0, o técnico Rijkaard surpreendeu a muitos por escalar o brasileiro.

Além disso, colocou no meio-campo Deco, que acaba de voltar de uma contusão, no lugar de Eidur Gudjohnsen, apesar das boas atuações recentes do islandês.

Para muitos, a entrada de Deco e Ronaldinho --estrelas das conquistas de 2005/2006-- foi determinante para a derrota, devido à má forma física deles.

"A insistência de Rijkaard em sempre recorrer aos seus jogadores com grandes nomes foi um ônus para o Barça no clássico", disse o jornal esportivo Ás.

A participação de Ronaldinho se resumiu a se atirar no chão na esperança de conseguir um gol de bola parada --nada a ver com o craque aplaudido de pé em pleno Santiago Bernabeu quando o Barça esmagou o Real por 3 x 0 em 2005.   Continuação...