Rússia é ouro na ginástica rítmica e China surpreende com prata

domingo, 24 de agosto de 2008 03:57 BRT
 

Por Sonia Oxley

PEQUIM (Reuters) - A Rússia ganhou seu terceiro título olímpico consecutivo na ginástica rítmica por equipes, com duas rotinas dinâmicas e de intrincada coreografia no domingo.

Sua exibição perfeita de agilidade e destreza recebeu 35.550 pontos, 0.325 a mais que a surpreendente China, medalha de prata. A Belarus ficou com o bronze.

"Nós estamos simplesmente tomadas pela emoção", disse Elena Posevina, que também fez parte da equipe campeã de 2004.

"Foi muito treinamento, uma longa estrada. Ainda temos de compreender totalmente a importância deste ouro."

Como sempre se espera que as russas, campeãs mundiais, ganhem, o verdadeiro choque foi a apresentação de classe da China para ficar com a prata -- também a primeira equipe não asiática a ganhar uma medalha nessa modalidade.

"A prata foi inesperada. O que significa que todos os nossos esforços valeram a pena", disse a chinesa Zhang Shuo. "Este é o mais glorioso dia da ginástica rítmica da China."

A Rússia já liderava depois da primeira rotina, com cordas, ao som da batida da música "Kalinka", com 17.750. Depois, foram somados mais 17.800 -- a mais alta pontuação do dia --, por mais uma apresentação inovadora com argolas e maças.

A vitória por equipes ressaltou o domínio russo na modalidade, somando-se ao ouro de Evgeniya Kanaeva no geral individual no sábado.

A China, que vinha de um nono lugar no Mundial, derrotou Itália e Bulgária, que foram prata e bronze em Atenas-2004, e que desta vez ficaram em quarto e quinto lugares, respectivamente.

 
<p>A R&uacute;ssia ganhou seu terceiro t&iacute;tulo ol&iacute;mpico consecutivo na gin&aacute;stica r&iacute;tmica por equipes, com duas rotinas din&acirc;micas e de intrincada coreografia no domingo. Photo by Issei Kato</p>