Cuba acaba a Olimpíada sem nenhum ouro no boxe

domingo, 24 de agosto de 2008 05:37 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O torneio olímpico de boxe vive neste domingo as disputas finais em seis categorias. Quatro delas já definiram seus vencedores: mosca-ligeiro, galo, leve e meio-médio.

Cuba ficou sem nenhuma medalha de ouro no boxe, esporte em que já teve hegemonia absoluta.

O chinês Zou Shiming foi o campeão na categoria mosca-ligeiro, garantindo o primeiro ouro para os donos da casa no torneio de boxe olímpico. Ele derrotou o mongol Serdamba Purevdorj, que desistiu no segundo round.

O campeão mundial Zou liderava por 1-0 quando, aos 19 segundos, Purevdorj, aparentemente machucado, voltou para seu córner.

Seu técnico jogou a toalha, marcando a desistência do lutador, dando a vitória para o chinês de 27 anos, medalha de bronze em Atenas, para delírio da torcida.

"Eu me preparei duro para essa dura luta de hoje. Mas o resultado superou minhas expectativas. Estou orgulhoso por mostrar a força do povo chinês com meus punhos", disse Zou.

Paddy Barnes, da Irlanda, e Yampier Hernandez, de Cuba, ficaram com medalhas de bronze.

No peso leve o ouro foi para a Rússia, com Alexey Tishchenko batendo o francês Daouda Sow, em decisão apertada.

Tishcenko, campeão entre os penas em Atenas, usou toda a sua experiência para vencer por 11-9 e se tornou o quarto boxeador a ganhar ouro em duas diferentes categorias de peso.   Continuação...

 
<p>Carlos Banteaux (esquerda) de Cuba durante final do boxe (at&eacute; 69kg) contra Bakhyt Sarsekbayev, do Cazaquist&atilde;o, nos Jogos de Pequim, neste domingo. Photo by Lee Jae-Won</p>