França fica com ouro no handebol e Islândia comemora prata

domingo, 24 de agosto de 2008 09:16 BRT
 

Por Sophie Hardach

PEQUIM (Reuters) - Os jogadores da França esmagaram os sonhos dos adversários da Islândia neste domingo, na vitória por 28 a 23 na final do handebol dos Jogos de Pequim.

O ritmo frenético de jogo foi estabelecido quando Cedric Burdet, da França, marcou o primeiro gol já a 40 segundos, com a Islândia respondendo um minuto depois.

"Nós tínhamos um plano. Decidimos fazê-los sofrer nos primeiro 20 minutos, para que 'caíssem na real"', disse o técnico francês Claude Onesta. "O que conseguimos rapidamente."

A Islândia mostrava perfeito jogo de conjunto -- alguns jogadores se conhecem há mais de uma década. Os jogadores juntavam as mãos para um grito viking de "vitória ou morte" a cada partida em Pequim.

Seu sucesso nesta Olimpíada repercutiu no país inteiro -- de 300.000 pessoas.

"O país inteiro viu o jogo. E vai ser muito, mais muito legal, voltar e ver a reação das pessoas por lá", disse Snorri Stein Gudjonsson, medalha de prata no pescoço.

Mas os principais atacantes islandeses pareceram nervosos na final, perdendo muitas chances, o que permitiu que os franceses se mantivessem à frente.

Até Pequim, a melhor performance da Islândia em Olimpíadas tinha sido a prata do salto triplo de Vilhjalmur Einarson, em 1956.

A medalha de bronze ficou para a Espanha.