McLaren terá de pagar multa superior a U$ 50 milhões à FIA

quarta-feira, 24 de outubro de 2007 14:30 BRST
 

PARIS (Reuters) - A McLaren terá de pagar mais de 50 milhões de dólares à Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que vai usar o dinheiro para promover a segurança no automobilismo ao redor do mundo, informou a entidade responsável pela Fórmula 1 nesta quarta-feira.

"De acordo com o julgamento do Conselho Mundial de Automobilismo em 13 de setembro (quando a McLaren foi multada), um valor superior a 50 milhões de dólares será pago em dezembro à FIA", disse a federação em comunicado, após reunião do Conselho em Paris.

"O dinheiro será utilizado para estabilizar o Fundo de Desenvolvimento da FIA, que ajuda o trabalho das autoridades esportivas nacionais no aumento da segurança no automobilismo mundial, especialmente em países onde a infra-estrutura é frágil", afirmou o comunicado.

A quantia é referente à multa imposta à McLaren em setembro como resultado do caso de espionagem de dados técnicos da Ferrari.

Inicialmente, a FIA determinou uma multa no valor de 100 milhões de dólares, além da perda de todos os pontos da equipe no Mundial de Construtores.

A entidade depois informou que a multa poderia ser reduzida pela metade, através da dedução das receitas e da premiação em dinheiro que seriam pagos à McLaren de acordo com a posição da escuderia no final do campeonato.

A FIA também confirmou na reunião desta quarta-feira a realização da primeira corrida noturna da história da F1, em Cingapura, no dia 28 de setembro do próximo ano.

(Por Patrick Vignal)