ENTREVISTA-Parreira diz que África impõe mais desafio que Brasil

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008 13:10 BRST
 

Por Brian Homewood

TAMALE (Reuters) - O técnico da África do Sul, Carlos Alberto Parreira, afirmou que o desafio de montar a equipe do país sede da Copa do Mundo de 2010 é uma experiência mais recompensadora do que foi treinar a seleção brasileira no Mundial da Alemanha.

Em 2006, Parreira dirigiu uma equipe recheada de estrelas como Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho e Kaká que chegou à Alemanha como grande favorita, mas acabou eliminada pela França nas quartas-de-final.

O desafio do treinador com a África do Sul é resgatar a equipe sul-africana após anos de queda livre e formar um time competitivo para 2010.

"O que te dá prazer no final das contas é ver o time jogando bem e se desenvolvendo", disse Parreira, cuja equipe empatou por 1 x 1 com Angola em sua estréia na Copa Africana de Nações, na quarta-feira.

"Esse tipo de trabalho é mais agradável para o técnico, começar do rascunho e construir alguma coisa", acrescentou em entrevista à Reuters.

Como técnico do Brasil, por outro lado, você não tem direito de perder.

"No Brasil, não se sabe o nome de nenhum técnico que tenha conquistado a Copa do Mundo. Mas você sabe os nomes de todos que não venceram", disse Parreira, que antes da derrota em 2006 levou a seleção ao tetracampeonato mundial em 1994.

"Se tivéssemos conquistado a última Copa do Mundo, não teria sido pelo meu trabalho, seria graças a Ronaldo, Ronaldinho, Kaká... Esse trabalho é mais satisfatório porque nós não temos esses problemas."   Continuação...

 
<p>Parreira diz que &Aacute;frica imp&otilde;e mais desafio que Brasil. O t&eacute;cnico da &Aacute;frica do Sul, Carlos Alberto Parreira, afirmou que o desafio de montar a equipe do pa&iacute;s sede da Copa do Mundo de 2010 &eacute; uma experi&ecirc;ncia mais recompensadora do que foi treinar a sele&ccedil;&atilde;o brasileira no Mundial da Alemanha. Foto do Arquivo. Photo by Siphiwe Sibeko</p>